Julho Amarelo: vamos combater a hepatite!

1 de julho, 2024

Neste primeiro dia do mês, a Positiva Social reforça o julho amarelo. A campanha tem seus esforços dedicados ao combate à hepatite, doença que possui alguns tipos específicos e deve ser evitada. Vamos explicar um pouco sobre os tipos de hepatites, como elas agem e quais os métodos de prevenção.

Destacamos que é necessário todos se vacinarem contra a hepatite!

Os tipos B e C são silenciosos e você pode nem perceber que está infectado. Para confirmar que está tudo bem com a sua saúde, faça o teste de hepatite!

As hepatites virais são inflamações do fígado causadas por diferentes tipos de vírus. As principais hepatites virais são:

1. Hepatite A (HAV)

Transmissão: Fecal-oral, geralmente através de água ou alimentos contaminados.

Sintomas: Fadiga, náusea, vômito, dor abdominal, icterícia (pele e olhos amarelados).

Prevenção: Vacinação, boas práticas de higiene e consumo de água e alimentos seguros.

Curso da Doença: Geralmente aguda e autolimitada, não se torna crônica.

2. Hepatite B (HBV)

Transmissão: Contato com sangue ou outros fluidos corporais infectados (transfusão de sangue, compartilhamento de agulhas, transmissão perinatal, contato sexual).

Sintomas: Fadiga, dor abdominal, icterícia, urina escura, fezes claras, dor articular.

Prevenção: Vacinação, práticas sexuais seguras, não compartilhar agulhas.

Curso da Doença: Pode ser aguda ou crônica. A infecção crônica pode levar à cirrose e câncer de fígado.

3. Hepatite C (HCV)

Transmissão: Principalmente pelo contato com sangue infectado (compartilhamento de agulhas, transfusões de sangue, equipamentos médicos não esterilizados).

Sintomas: Muitas vezes assintomática nas fases iniciais; pode apresentar fadiga, icterícia, dor abdominal quando sintomática.

Prevenção: Não compartilhar agulhas, práticas sexuais seguras.

Curso da Doença: Frequentemente se torna crônica; pode levar à cirrose e câncer de fígado.

4. Hepatite D (HDV)

Transmissão: Similar à hepatite B, pois requer a presença do HBV para infectar (co-infecção ou superinfecção).

Sintomas: Similares aos da hepatite B, mas geralmente mais graves.

Prevenção: Prevenção da hepatite B (vacinação contra HBV).

Curso da Doença: Pode ser aguda ou crônica; infecção crônica pode ser grave e acelerar a progressão para cirrose.

5. Hepatite E (HEV)

Transmissão: Fecal-oral, principalmente através de água contaminada.

Sintomas: Semelhantes aos da hepatite A (fadiga, náusea, icterícia).

Prevenção: Boas práticas de higiene e consumo de água e alimentos seguros.

Curso da Doença: Geralmente aguda e autolimitada, mas pode ser grave em grávidas.

 

Cada tipo de hepatite viral tem suas particularidades em termos de transmissão, prevenção e evolução da doença. As medidas de prevenção, como vacinação, práticas de higiene e comportamentos seguros, são fundamentais para reduzir a incidência e a propagação dessas doenças.